Resultados 1 al 2 de 2
  1. #1
    Usuario registrado Avatar de Brasil
    Fecha de ingreso
    16 Feb, 10
    Mensajes
    2,883

    Predeterminado Aviación Naval Brasileña

    Topic destinado a la Fuerza Aeronaval Brasileña





    Composiciom (Cantidad/tipos)

    23 A-4MB Skyhawk (Assinado la modernizacion con EMBRAER)

    7 AS-332 Super Puma

    18 Bell 206 Jet Ranger III

    8 EC-725BR ASuW Super Cougar *

    8 EC-725BR EG Super Cougar *

    25 HB-350/355 Esquilo

    3 Grumman S-2F Turbo Tracker AEW*

    3 Grumman S-2F Turbo Tracker COD/REVO*

    6 SH-60B Seahawk *

    4 SH-3A Sea King

    3 SH-3B Sea King

    12 Super Lynx Mk2



    * = Encomiendas / en recebimiento



    Ilustrando:


    A-4MB Skyhawk (ataque) (En modernizacion por EMBRAER)


    AS-332 Super Puma


    Bell 206 Jet Ranger III (instrucion)


    EC-725BR ASuW Super Cougar * (ASUW)

    ilustrativa

    EC-725BR EG Super Cougar *

    ilustrativa

    HB-350/355 Esquilo



    Grumman S-2F Turbo Tracker AEW*
    Grumman S-2F Turbo Tracker COD/REVO*

    ilustrativa

    SH-60B Seahawk * (ASW)


    SH-3A Sea King


    SH-3B Sea King


    Super Lynx Mk2




    Saludos

  2. #2
    Usuario registrado Avatar de Brasil
    Fecha de ingreso
    16 Feb, 10
    Mensajes
    2,883

    Predeterminado Respuesta: Aviación Naval Brasileña

    Esquadrão VF-1 participa do Torneio de Defesa Aérea



    O 1º Esquadrão de Aviões de Interceptação e Ataque (VF-1) participou, pela primeira vez, do Torneio de Defesa Aérea (TorDefAe) 2010, que ocorreu entre os dias 16 e 19 de abril, na Base Aérea de Santa Cruz, da Força Aérea Brasileira (FAB).

    O evento contou com a participação de todos os Esquadrões de Caça da FAB, os quais têm como cerne de sua missão a Defesa Aeroespacial.

    O Esquadrão VF-1, juntamente com dois Controladores de Interceptação da Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia (BAeNSPA), participou de três das quatro modalidades do torneio, que foram constituídas das seguintes etapas: prova escrita de Normas Operacionais de Defesa Aeroespacial (NOSDA) para Pilotos e Controladores; Interceptação e Reposicionamento.

    Na modalidade de Interceptação foram avaliados os seguintes aspectos: os tempos de decolagem de duas aeronaves a partir do acionamento em alerta a postos; da interceptação propriamente dita, partindo de um alerta em vôo; e da identificação da aeronave supostamente “hostil” com a execução de foto de identificação para apreciação dos juízes.

    A prova de Reposicionamento se iniciou no pouso da primeira aeronave acionada para cumprir o alerta. A partir daí, o pessoal de pista teve o tempo máximo de 30 minutos para preparar a aeronave e deixá-la pronta para uma nova decolagem.

    Além do estreitamento de laços, cada vez maior e mais necessário, entre Marinha do Brasil e Força Aérea Brasileira, a participação neste evento, de tamanha importância para o Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA), possibilitou ao Esquadrão VF-1 nivelar doutrina e trocar conhecimentos. Esta experiência também proporcionou notável crescimento profissional, por meio do contato direto com uma das atividades fins do nosso Esquadrão e com militares da FAB que, diariamente, executam, com eficiência, a missão de defender o Espaço Aéreo Brasileiro.





    FONTE e FOTOS: ComForAerNav

Información de tema

Usuarios viendo este tema

Actualmente hay 1 usuarios viendo este tema. (0 miembros y 1 visitantes)

Marcadores

Permisos de publicación

  • No puedes crear nuevos temas
  • No puedes responder temas
  • No puedes subir archivos adjuntos
  • No puedes editar tus mensajes
  •  
Desarrollado por Devonix
Programador PHP Yii Framework

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30