Anuncio

Colapsar
No hay anuncio todavía.

Fuerza Aérea de Brasil

Colapsar
X
 
  • Filtrar
  • Tiempo
  • Mostrar
Limpiar Todo
nuevos mensajes

  • Re: Fuerza Aérea de Brasil

    Originalmente publicado por facundo1978 Ver Mensaje
    Ingenieros militares trabajan sobre aeronave brasileña accidentada



    Cascos Azules Latinoamericanos: Ingenieros militares trabajan sobre aeronave brasileña accidentada
    Hasta ahora la hipótesis mas probable, según ASN, es que el avión abortó la carrera de despegue con un motor con fuego, seguramente después de superar Vr, en una pista de 3.040 metros de longitud (pista 28 = 9974 ft).
    Teoricamente al 707-320C, si llevaba el peso al límite (un MTOW 151 ton), le queda muy poco márgen de decisión para estas maniobras de emergencia, ya que según la ficha del fabricante despega en atmósferas normales en 3.050 metros con MTOW.
    Habrá que ver que dice las investigaciones, ya que en la foto (los slats estas afuera) se lo ve correctamente configurado para el despegue.
    Aunque el avión quedo enterrado en la tierra blanda del final de la pista. es recuperable ya que. No se observan marcas de quemaduras visibles en el fuselaje, y solo su tren de aterrizaje delantero se habría partido.

    Comentario


    • Re: Fuerza Aérea de Brasil

      Originalmente publicado por Teodofredo Ver Mensaje
      Aunque el avión quedo enterrado en la tierra blanda del final de la pista. es recuperable ya que. No se observan marcas de quemaduras visibles en el fuselaje, y solo su tren de aterrizaje delantero se habría partido.


      Tienemos que ver si es interessante recuperarlo, ya que teniemos el 767 ya encomiendado.

      Salodos

      Comentario


      • Re: Fuerza Aérea de Brasil

        COMANDO-GERAL DE APOIO
        CENTRO LOGÍSTICO
        RESULTADO DE JULGAMENTO
        CONCORRÊNCIA No- 120409/CABW/2012
        A Comissão Aeronáutica Brasileira em Washington -
        CABW, através da Comissão Permanente de Licitação, torna público
        o Resultado do Julgamento da Proposta Técnica e Logística em epígrafe.
        Objeto resumido: 05 (cinco) radares tridimensionais fixos de
        vigilância de rota, acompanhados de 05 (cinco) radares secundários
        monopulso, ... e 01 (um) simulador de guerra eletrônica ..., conforme
        edital. Após terem sido cumpridos os recursos administrativos e as
        exigências previstas no ato convocatório, as propostas aprovadas ficaram
        pontuadas conforme a seguir: ELTA SYSTEMS
        LTD:RNRP.03= 10,00 - RNRP.04=10,00 - RNRP.14=25,00 -
        RNRP.11=10,00 - RNRP.15=10,00 - RNRP.16=10,00 -
        RNRP.17=10,00 - RNRP.18 = 10,00 - RNRP.19=10,00 -
        RNRS.14=10,00 - RNSR.04=25,00 - RDSR.01=5,00 - RDSR.02=5,00
        - RDSMPERP.01=5,00 - RDSMPERP.02=5,00 - RDSR.06=6,00; INDRA
        SISTEMAS S/A:
        RNRP.03=0,00 - RNRP.04=10,00 -
        RNRP.14=5,00 - RNRP.11=10,00 - RNRP.15=10,00 - RNRP.16=10,00
        - RNRP.17=5,00 - RNRP.18 = 10,00 - RNRP.19=7,50 -
        RNRS.14=10,00 - RNSR.04=25,00 - RDSR.01=5,00 - RDSR.02=5,00
        - RDSMPERP.01=5,00 - RDSMPERP.02=5,00 - RDSR.06=4,00; e
        THALES-RAYTHEON SYSTEM COMPANY SAS: RNRP.03= 5,00
        - RNRP.04=10,00 - RNRP.14=25,00 - RNRP.11=10,00 -
        RNRP.15=10,00 - RNRP.16=7,50 - RNRP.17=7,50 - RNRP.18 = 7,50
        - RNRP.19=2,50 - RNRS.14=10,00 - RNSR.04=25,00 -
        RDSR.01=5,00 - RDSR.02=5,00 - RDSMPERP.01=5,00 - RDSMPERP.
        02=5,00 - RDSR.06=0,00. Em conseqüência, conforme informado
        no dia 30 de maio de 2013 a todas as licitantes classificadas
        para a próxima fase, a reunião para abertura dos Envelopes 3, Proposta
        Comercial, será realização na CABW (1701 22nd Street NW,
        Washington DC - USA - 20008), às 09:00 am, de 20 de junho de
        2013.
        Ten Cel PAULO CÉSAR C. GUERREIRO LIMA
        Presidente da Comissão

        Comentario


        • Re: Fuerza Aérea de Brasil



          A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que irá investigar a autenticidade de uma foto que mostra um suposto piloto da instituição segurando um cartaz em apoio aos protestos que vêm ocorrendo em várias cidades do País. Na imagem, um homem que seria membro da FAB segura uma folha de papel que diz "Acorda, Brasil! Estamos com vocês".
          A assessoria de imprensa da FAB afirmou que "a mensagem não representa um posicionamento da instituição". A foto do suposto piloto foi compartilhada no Facebook e em outros sites, associada aos protestos.

          POA SPOTTER : FAB investiga autenticidade de foto com suposto piloto protestando.

          Comentario


          • Re: Fuerza Aérea de Brasil

            LAM

            Es un Super Tucano y hay 3 grupos con estos aviones y son 99 aviones entregados menos las bajas

            Saludos

            Comentario


            • Re: Fuerza Aérea de Brasil

              Comentario


              • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                Las nuevas aeronaves de la "Esquadrilha da Fumaça"











                Comentario


                • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                  FAB donará helicopteros a la Policía Civil de Río de Janeiro

                  La FAB planea donar una gran cantidad de helicópteros para las fuerzas policiales de Brasil.



                  La FAB donará a la Polícia Civil do Rio de Janeiro, dos H-1H Iroquois y cuatro Helibras H-55 Esquilo.
                  Las aeronaves H-1H con matriculas FAB-8695 y FAB-8688, los 4 H-55 matrículas FAB-8811, FAB-8816, FAB-8818 y FAB-8819, son las seleccionadas para la donación.

                  Estas aeronaves, significarán una mejora sustancial para la Policia de Rio de Janeiro.





                  Piloto Policial | FAB pretende doar helicópteros Esquilo e H-1H Iroquois para PCERJ

                  Comentario


                  • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                    TREINAMENTO - Simulador do C-105 AMAZONAS completa 2000 horas de voo

                    Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	dsc00894.jpg
Visitas:	1
Size:	921,3 KB
ID:	582556

                    Na tarde do dia 10/07, o simulador do C-105 Amazonas, sediado na Base Aérea de Manaus (BAMN), atingiu a marca de 2000 horas voadas durante um treinamento de situações de emergências realizado por uma tripulação do Esquadrão Onça (1°/15° GAv).

                    Fabricado pela CAE, Canadian Aviations Eletronics, o Full Flight Simulator C105 é o primeiro simulador dessa aeronave no mundo e chegou à BAMN em maio de 2009. Esse simulador tático é o primeiro no Comando da Aeronáutica e permite realizar treinamentos que simulam o uso do avião numa situação de combate, utilizando-se de táticas específicas, como as Navegações a Baixa Altura, para lançamentos de cargas e paraquedistas, voo com Equipamentos de Visão Noturna, voo na ala, além de simular mais de 200 tipos de situações emergenciais que podem ocorrer durante a operação da aeronave.

                    “É um privilégio preparar-me para situações de emergências num simulador que muito se aproxima do realismo de um voo” disse o Tenente Aviador Daniel Jorge, piloto do Esquadrão Onça.

                    Fonte: Comunicação Social do 1º/15º GAv

                    FAB - TREINAMENTO - Simulador do C-105 AMAZONAS completa 2000 horas de voo

                    Comentario


                    • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                      FAB TV - FAB em ação " FAB NA ANTÁRTIDA "

                      Editado por última vez por BrasilPotencia; https://www.aviacionargentina.net/foros/ en 22/07/13, 13:43:57.

                      Comentario


                      • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                        IAI/ELTA VENCE LICITAÇÃO DA FAB

                        Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	elm2084mmr.jpg
Visitas:	1
Size:	234,2 KB
ID:	582657

                        A IAI/ELTA Systems, de Israel, venceu licitação promovida pela FAB (Força Aérea Brasileira), que selecionou a empresa para ser sua nova fornecedora de radares de controle de tráfego aéreo. A decisão foi divulgada em comunicado da CABW(Comissão Aeronautica Brasileira em Washington DC), no último dia 9 de julho de 2013. O valor do contrato da ordem de US$ 87 milhões, é menor que a proposta mais cara que foi oferecida e está abaixo do orçamento planejado.

                        O contrato prevê ainda uma parceria entre a vencedora com as empresas brasileiras Mectron e a IACIT -- ambas de São José dos Campos. O processo licitatório durou 12 meses e contou ainda com a participação da Thales (França) e da Indra (Espanha).

                        Após avaliar as competências técnicas e a proposta de preço de cada companhia, a FAB optou pela IAI/ELTA por ter sido a proposta com maior pontuação, principalmente no que se refere às especificações técnicas, que atendiam amplamente todos os requisitos solicitados pelo cliente.

                        Dentre as solicitações da FAB, a empresa deveria apresentar um sistema de radar mais moderno, com histórico de desempenho comprovado e a um preço comercialmente viável. O novo radar que será utilizado pela FAB é o ELM-2084AD, que tem capacidade para detectar e rastrear todos os tipos de alvos aéreos dentro de todo o volume de vigilância nos céus do Brasil. Esse radar já esta em produção em serie, com mais de 50 unidades produzidas e instaladas em diferentes países.

                        O radar selecionado permite à FAB conduzir simultaneamente, sem comprometer o desempenho ou a detecção de precisão, o gerenciamento efetivo do tráfego aéreo comercial, a vigilância contínua para aeronaves, missões de defesa aérea, controle e vetorização de aviões militares.

                        Sobre a IAI/ELTA

                        A IAI/ELTA já participa de projetos com a Marinha brasileira, além da FAB, respectivamente nos projetos A-4 e P-3 e na manutenção de motores para o mercado de aviação civil. Também forneceu veículos aéreos não tripulados para a Polícia Federal.

                        Características:

                        Missions
                        Artillery Weapon Location:
                        Detection of Mortars, Cannons and Rockets
                        Hostile Weapon Location
                        Calculation of Impact Points
                        Friendly Fire Ranging

                        Air Defense:
                        Detection and Classification of all types of airborne targets
                        Fast update rate for tracking of maneuvering targets
                        Generation of Real-Time Air Situation Picture

                        Fire Control:
                        Anti-Missile Interception Systems
                        SAM systems

                        Air Traffic Control
                        Air Traffic control according to ICAO standards

                        DefesaNet - Modernização FAB - IAI/ELTA vence licitação da FAB

                        Comentario


                        • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                          30/7/2013 3:21

                          Brasil interesado en comprar armamento antiaéreo a Rusia | Defensa | RIA Novosti ellos, uno que se llamará Paraná, reveló este lunes un portavoz de Rosoboronexport, la principal exportadora rusa de armamento.
                          “Nuestro arsenal de defensa antiaérea, en particular, los sistemas de misiles Pántsir-S1 e Igla-S, es lo que más interesa actualmente a la parte brasileña. Estamos negociando tanto el suministro de piezas acabadas como una producción bajo licencia con la participación activa de empresas de Brasil, así como el eventual codesarrollo y coproducción de nuevos medios antiaéreos como el moderno sistema de misiles Paraná”, dijo el representante de Rosoboronexport. No ofreció más detalles al respecto.
                          Empresarios brasileños y rusos seguirán negociando este proyecto en el marco de la Feria Internacional de Defensa y Seguridad LAAD 2013 cuya novena edición tendrá lugar en Río de Janeiro del 9 al 12 de abril. Rosoboronexport enseñará en la exposición más de 200 muestras de material bélico.
                          Los sistemas antiaéreos, entre ellos, Igla-S, Pántsir-S1, Tor-M2E, Pechora-2M y Palma tendrán un amplio protagonismo en el pabellón ruso. También estarán en el centro de la atención diversos modelos de helicópteros, armas de infantería y vehículos blindados, particularmente, los Tigr.



                          Esta si es una buena noticia ...

                          Saludos.

                          Comentario


                          • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                            Mirage da FAB para de voar em dezembro

                            Caças chegam ao fim da vida útil sem que governo defina a compra dos substitutos
                            A Força Aérea vai desativar a sua frota de caças de interceptação, os Mirage-2000 C/B, à meia-noite de 31 de dezembro. O lote, que equipa o 1.º Grupo de Defesa Aérea, da Base de Anápolis, a 140 km de Brasília, chegou ao fim de sua capacidade de operação. A vida útil do grupo, a rigor, foi alongada em dois anos por meio de um programa logístico que superou o limite previsto inicialmente até 2011 pelo fabricante, a Dassault Aviation.

                            O esgotamento é total. As aeronaves não apresentam condições sequer para serem negociadas no mercado internacional.

                            A FAB não tem um plano fechado para evitar que a unidade de defesa da capital federal e de mais 1,5 milhão de quilômetros quadrados do território nacional continue ativa. A solução mais viável é a de promover o deslocamento de 6 a 12 caças F-5M, rejuvenescidos pela Embraer, e que compõem a espinha dorsal da aviação de combate. A Força utiliza 46 deles e encomendou a revitalização de outros 11, adquiridos, usados, na Jordânia. Todos foram fabricados há 35 anos em média, pela americana Northrop Corporation. Outra possibilidade que, todavia, não agrada o Alto Comando, é a incorporação de outros aviões de segunda mão, o caso do conjunto descontinuado.

                            Os Mirage foram comprados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2005 por US$ 80 milhões, na França. Usados, deveriam servir de recurso provisório, até a chegada das aeronaves avançadas previstas na escolha F-X2, destinada ao reequipamento da aviação de combate. Todavia, o processo, que dura 17 anos e está na segunda geração, ainda não foi resolvido.

                            O valor do contrato do F-X2, para a compra de 36 supersônicos, suprimentos, simuladores, e sobretudo de amplo pacote de transferência de tecnologia, deve ficar entre US$ 4,5 bilhões e US$ 6,4 bilhões financiados. Há três finalistas: o Gripen NG, sueco, da Saab; o Rafale, francês, da Dassault; e o Super Hornet F-18, da americana Boeing.

                            A deliberação foi transferida, em 2002, de Fernando Henrique Cardoso para Lula que, em 2010, repassou a tarefa para Dilma Rousseff. A presidente adiou o anúncio por duas vezes. Celso Amorim, ministro da Defesa, tem dito que a opção será conhecida até dezembro. Em épocas diferentes, os três concorrentes foram cotados como eventuais favoritos.
                            Mirage da FAB para de voar em dezembro - politica - versaoimpressa - Estadão

                            Comentario


                            • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                              Hay algunos errores en el informe:

                              O esgotamento é total. As aeronaves não apresentam condições sequer para serem negociadas no mercado internacional.
                              Saludos

                              Comentario


                              • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                                Primera tripulación femenina en un Black Hawk de la FAB



                                El pasado 1 de agosto, por primera vez, un Sikorsky Black Hawk - localmente conocido como H-60L- del Escuadrón Harpía, basado en Manaus, estuvo al mando de dos mujeres: las tenientes Déborah Gonçalves y Caroline Pedretti , esta última, la mejor calificada en el curso de especialización en helicópteros de 2011. Ambas, voluntariamente, eligieron servir en la región amazónica, por lo que, antes de tripular este helicóptero, debieron realizar el riguroso Curso de Adaptación Básica al Ambiente de Selva (CABAS), exigido a todos los pilotos que van a volar en la Amazonia y fundamental en lo que hace a la superviviencia en esas zonas hostiles, en caso de incidente o accidente.

                                defensa.com

                                Comentario

                                Trabajando...
                                X