Anuncio

Colapsar
No hay anuncio todavía.

Fuerza Aérea de Brasil

Colapsar
X
 
  • Filtrar
  • Tiempo
  • Mostrar
Limpiar Todo
nuevos mensajes

  • Re: Fuerza Aérea de Brasil

    Muy bien brasil, va a reemplazar 3 clases de aviones (M2000, F5 y AMX) con el gripen...

    Comentario


    • Re: Fuerza Aérea de Brasil

      Originalmente publicado por BrasilPotencia Ver Mensaje
      Conexão FAB – AH-2 Sabre do Esquadrão Poti em ação


      Lanzamiento del Misile Ataka en el video

      Comentario


      • Re: Fuerza Aérea de Brasil

        ¿Se sabe de que forma va a impactar en el programa brasilero la cancelacion del pedido suizo por 22 Gripen E? los suizos iban a terminar de pagar el desarrollo de la version monoplaza mientras que Brasil desarrollaria la biplaza. Suecia adquirira 60 fuselajes monoplazas. La suspension del contrato suizo puede causar un incremento de costos unitarios o una aceleracion en el requerimiento de pagos por parte de Saab.

        Comentario


        • Re: Fuerza Aérea de Brasil

          Creo que el impacto es que Brasil tiene ahora mas poder para negociar el contrato, con mas beneficios para nuestra industria...

          Una vez que el parlamento sueco autorizo la compra de los Gripen E zero Km de fabrica (Na Suécia, Parlamento autoriza Governo a adquirir caças Gripen E novos de fábrica | Poder Aéreo - Informação e Discussão sobre Aviação Militar e Civil) y puede financiar solo el avion (Suécia poderá financiar o Gripen E mesmo sem parceiro externo | Poder Aéreo - Informação e Discussão sobre Aviação Militar e Civil).

          A aguardar el cierre de las negociaciones y la firma del contrato.

          Saludos.

          Comentario


          • Re: Fuerza Aérea de Brasil

            osea, ojala sea eso. yo veo mayor riesgo y necesidad de dinero por parte de Saab

            Comentario


            • Re: Fuerza Aérea de Brasil

              FAB vuela el Gripen C/D

              Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	20873_resize_620_380_true_false_null.jpg
Visitas:	1
Size:	38,4 KB
ID:	593914

              Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	20872_resize_620_380_true_false_null.jpg
Visitas:	1
Size:	32,8 KB
ID:	593915

              "Eles estão bastante satisfeitos". A frase é de um militar da Força Aérea Brasileira que entre os dias 17 e 21 de junho conheceu de perto a operação das aeronaves Gripen na Força Aérea da África do Sul. Ele fez parte de uma comitiva de nove integrantes que visitou a Base Aérea de Makhado, onde aquele país tem um esquadrão de aeronaves Gripen das versões C e D, as mesmas que o Brasil poderá receber antes dos novos Gripen NG.

              Foram avaliados aspectos como a operação da unidade aérea, o trabalho de manutenção, o suporte dado pelas empresas suecas e a integração da indústria sul-africana ao projeto. Hoje, o país produz, por exemplo, a munição de 27 mm para os canhões. Também são fabricados localmente itens da estrutura dos aviões e equipamentos de rádio.

              A visita brasileira incluiu a realização de dois voos de pilotos brasileiros acompanhados por aviadores sul-africanos. A comitiva foi recebida no país pelo Comandante da South African Air Force (SAAF), Lieutenent-General Fabian Msimang, e incluiu representantes do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), do Comando-Geral de Apoio (COMGAP), do Departamento de Ciência e Tencologia Aeroespacial (DCTA) e da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC).

              Negociações em andamento

              A Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), órgão da FAB responsável por projetos de aquisição e modernização de aeronaves, trabalha atualmente com dois projetos simultâneos: Gripen NG e Gripen C/D.

              O primeiro trata da aquisição de 36 aeronaves novas, selecionadas no chamado Projeto F-X2.o segundo surgiu após a oferta do Governo da Suécia para que o Brasil recebesse as versões atuais do Gripen, C e D, semelhantes às utilizadas pela África do Sul, como solução temporária até a chegada dos caças novos.

              Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	20874_resize_620_380_true_false_null.jpg
Visitas:	1
Size:	35,1 KB
ID:	593916

              Ambos os projetos estão em fase de negociação e a expectativa do Comando da Aeronáutica é de que os contratos sejam assinados em dezembro de 2014, quando serão acertados detalhes como número de aeronaves das versões C e D, armamentos, apoio logístico e pagamento. Já em 2015 deve começar o treinamento de militares da FAB na Suécia.

              Comentario


              • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                Originalmente publicado por Cuco Ver Mensaje
                osea, ojala sea eso. yo veo mayor riesgo y necesidad de dinero por parte de Saab
                Aciones de la SAAB en la decision de Brasil y el "NO" de suiza:


                Comentario


                • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                  Com investimento de R$ 300 milhões até 2019, ITA inicia seu grande salto para o futuro

                  Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	16874.jpg
Visitas:	1
Size:	308,2 KB
ID:	594300

                  Uma das instituições de ensino superior “top” do país, o ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), sediado em São José dos Campos, começa a vivenciar este ano uma mudança radical que irá dar nova feição à principal escola formadora de profissionais para o setor aeronáutico e espacial brasileiro. Até o final do ano, terá início a primeira etapa do projeto de expansão física da escola, que é vinculada ao Comando da Aeronáutica e está localizada no campus do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial).

                  A ampliação física é um dos itens do ambicioso programa de reformulação geral da instituição, que inclui aumento de vagas no ensino de graduação e de professores, reformulação do currículo do ensino de engenharia, aprimoramento dos cursos de pós-graduação e implantação de um Centro de Inovação, para apoiar os alunos e implementar parcerias com a iniciativa privada. O professor Carlos Américo Pacheco, reitor do ITA, relata que os principais projetos arquitetônicos da expansão física estão prontos. A escola vai ganhar uma nova biblioteca, com capacidade para guardar 320 mil volumes físicos, com auditório para 120 pessoas, 21 salas de estudo e área para exposições. A escola também terá um novo auditório com capacidade para 1.212 lugares e uma vila residencial de 360 apartamentos para professores e dirigentes da escola.

                  Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	ITA+-+Salta+Para+o+Futuro.jpg
Visitas:	1
Size:	43,3 KB
ID:	594301

                  A construção do edifício de ciências fundamentais será o primeiro passo da ampliação física da escola. “Planejamos lançar a licitação da obra até o final do ano”, afirmou Pacheco. Os recursos financeiros para a construção, de R$ 30 milhões, serão repassados pelo Ministério da Educação. O novo prédio é grandioso, terá 8 laboratórios, 12 salas de aula, 2 auditórios e 92 salas de professores, entre outras acomodações. O reitor frisou que o plano de expansão está previsto para até 2019, com investimento total de R$ 300 milhões. Outra prioridade da escola é descobrir talentos para o seu quadro de docentes, considerado pelo reitor como fundamental para a continuidade e aprimoramento da qualidade do ensino oferecido. Para isso, foi criada uma comissão de “caça talentos”, que tem a missão de buscar no país todo pessoas com potencial para integrar o quadro de docentes da instituição. A ideia é oferecer aos selecionados cursos de aperfeiçoamento e pós-graduação no exterior, em instituições de renome, como no Instituto de Tecnologia da Califórnia, o Caltech, sediado nos Estados Unidos, um das mais conceituadas instituições de ensino e pesquisa mundial. “Retomamos no ano passado um acordo como instituto na área de doutorado”, afirmou Pacheco.

                  O número de docentes passará de 147 para 300, mas a contratação será gradual, em torno de 30 por ano, segundo o professor Pacheco. Já as vagas na graduação tiveram aumento de 120 para 180 e a meta é 240. A AEITA (Associação de Engenheiros do ITA) firmou parceria com o ITA para apoiar e colaborar no processo de expansão da escola. A entidade vai participar de seis iniciativas do plano de ampliação, explica o presidente da associação, Flavio Eitor Barbieri. Uma delas é no programa denominado de Cátedras.

                  Trata-se de apoio a professores visitantes seniores (notadamente estrangeiros) para atuar no ITA por um ano, nos moldes de “Chairs” comuns em universidades norte-americanas e europeias, com a ajuda de patrocinadores da iniciativa privada. Outra iniciativa é a de concessão de bolsas de apoio financeiro a alunos em condições sociais vulneráveis, junto com a Fundação Casimiro Montenegro Filho e da Associação Acadêmica Santos Dumont (gerenciada por alunos do ITA), bem como bolsas para cursos complementares à formação de alunos que mereçam tal incentivo. Também dar apoio financeiro para incentivo à excelência do curso de graduação do ITA, com a ajuda de patrocinadores da iniciativa privada.

                  Nos planos de expansão do ITA, a reitoria da escola será transferida para o prédio da atual biblioteca, segundo o reitor Carlos Américo Pacheco. A intenção é revitalizar o atual prédio da reitoria, que precisa de revisão elétrica, hidráulica, entre outras. A transferência ocorrerá após a construção da nova sede da biblioteca. Para o reitor Carlos Américo Pacheco, a implementação do Centro de Inovação do ITA é fundamental para o plano de expansão da escola. O Centro terá uma unidade no Parque Tecnológico, voltado para interagir com a iniciativa privada. Outra unidade ficará no campus da instituição, com a missão de apoiar os alunos e projetos acadêmicos.

                  Comentario


                  • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                    FAB TV - JULHO

                    Comentario


                    • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                      RFI para modernización de los T 27 Tucano de la FAB

                      Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	T-27-Tucano-600x399.jpg
Visitas:	1
Size:	66,1 KB
ID:	594512

                      A Força Aérea Brasileira emitiu documento em caráter de requisição de informações (RFI – Request For Information) com o objetivo de estudar a viabilidade da modernização de sua frota de aeronaves de treinamento T-27. A Embraer Defesa & Segurança confirmou que está estudando a possibilidade e responderá ao RFI. Até o momento a empresa não divulgou detalhes e se foi a única a recebê-lo, de acordo com a Lei de Licitações 8.666/93, que dispensa concorrência em casos específicos no que tange a materiais destinados à Defesa. Segundo fontes próximas ao assunto, um documento de requisição de propostas (RFP-Request For Proposal) deverá sair até o final deste ano.

                      Consta em recente database que a FAB possui em seu inventário mais de noventa T-27 Tucano, sendo que praticamente a maior parte dessa frota está concentrada na Academia da Força Aérea (AFA) desempenhando tarefas de instrução na fase avançada de formação de pilotos. Dentro deste contexto, encerrada a fase de definição das demandas da FAB, componentes do pacote de modernização serão definidos, bem como os prazos e custos de desenvolvimento.

                      Além da modernização da aeronave em si, adaptação de glass cockpit, HOTAS e outros sistemas no estado-da-arte, como parte dessas alternativas inovadoras de treinamento pode ser adicionado o sistema CBT (Computer Based Training) integrante do TOSS (Training and Operation Support System) do A-29 Super Tucano, que oferece a possibilidade de ser adaptado com relativa facilidade às necessidades da AFA. Indo mais além, conceitualmente, é possível ampliar essa adaptação com o advento de outros elementos do TOSS, ou seja, o FS-Flight Simulator, MPS-Mission Planning Station e MDS-Mission Debriefing Station. A experiência adquirida pela Embraer com o sistema de treinamento do Super Tucano é um diferencial que certamente contribuirá para o desenvolvimento de uma moderna e inovadora solução de treinamento sintético para os futuros pilotos da FAB.

                      É oportuno lembrar que a Embraer Defesa & Segurança foi contratada para modernizar a frota de 14 T-27 Tucano da Força Aérea da Colômbia, processo que rendeu transferência de tecnologias para que oficinas e pessoal da local Corporación de La Industria Aeronáutica de Colômbia alcançassem a capacitação para que a modernização da maior parte dos aviões do modelo fossem realizados naquele país. Além da atualização da aviônica, estão sendo trocadas as asas e trem de aterrissagem, bem como a inserção de reforços estruturais. Esse primeiro programa de modernização poderá servir de base para os demais, levando-se em conta que cada uma das Forças Aéreas usuárias no T-27 elaboram seus próprios requisitos, e os recursos financeiros necessários para implementar o programa serão menores aproveitando-se soluções do pacote colombiano.

                      FONTE: T&D

                      Comentario


                      • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                        Último P-3AM da FAB, matrícula 7206, já pousou no Brasil

                        Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	P-3AM-7206-1-580x435.jpg
Visitas:	1
Size:	29,2 KB
ID:	594573

                        A Força Aérea Brasileira recebeu ontem o seu último P-3AM matrícula 7206 modernizado pela Airbus Military. A aeronave pousará em Salvador-BA e se juntará às outras sete pertencentes ao Esquadrão Orungan (1°/7° GAv). Os P-3AM são responsáveis pela patrulha marítima da imensa costa brasileira e de suas águas jurisdicionais. Os aviões têm uma avançada suíte eletrônica para detecção e rastreamento de navios e submarinos.

                        Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	P-3AM-alcance-580x476.jpg
Visitas:	3
Size:	84,3 KB
ID:	594572

                        PD:Os três P-3 que servirão de peças de reposição já estão no Brasil.

                        Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	P-3AM-pousando-580x411.jpg
Visitas:	2
Size:	77,7 KB
ID:	594571

                        Comentario


                        • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                          P-3AM – FAB COMPLETA O PROGRAMA

                          O Esquadrão Orungan (1º/7º GAv) sediado em Salvador (BA), recebeu sábado (26/07) o nono e último avião de patrulha marítima P-3AM. É o fim do ciclo iniciado com a chegada da primeira aeronave, em 2011.

                          Com uma autonomia para voos de até 16 horas, o modelo é utilizado para vigilância e proteção de áreas marítimas e dos recursos naturais, como as áreas das reservas de petróleo das camadas do pré-sal. Além disso, a frota apoia as atividades de busca e salvamento no Atlântico Sul sob responsabilidade do Brasil.

                          Adquiridas dos EUA, as aeronaves passaram por um processo de modernização na fábrica da Airbus Military, em Sevilha, na Espanha. Os sistemas foram atualizados e integrados em um sistema tático de missão, operado por uma tripulação de até doze militares.

                          Cada P-3AM leva equipamentos como radar, detector de anomalias magnéticas, visor infravermelho e antenas para recepção de sinais de radar. Além disso, é possível lançar sonobóias, um tipo de bóia que atua como sonar e transmite para a aeronave informações que podem ajudar a localizar submarinos submersos.

                          Em quase três anos de implantação, o Esquadrão realizou treinamentos de guerra antissubmarina, busca e resgate, reconhecimento aéreo e patrulha marítima em território brasileiro. Também ocorreram exercícios conjuntos com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e diversos países como Estados Unidos, França, Portugal, Inglaterra, Canadá, Alemanha, Cabo Verde, Argentina e Chile.

                          No exercício Joint Warrior, realizado em 2013 na Escócia, a FAB foi convidada a voar ao lado das aeronaves da OTAN e surpreendeu nos resultados. Em um treinamento onde o desafio era acompanhar um submarino sem perder o contato pelo maior tempo possível, os brasileiros quase equipararam a marca dos norte-americanos. Eles monitoraram o submarino por duas horas e cinco minutos, e os militares do Esquadrão Orungan alcançaram duas horas e um minuto.

                          Comentario


                          • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                            Brasil adquire mais três C-295 para cumprir as missões SAR
                            Divulgação- 28/7/2014


                            A Brasil assinou com a Airbus Defense and Space a aquisição de três novos Airbus C-295 configurados para as missões de busca e resgate (SAR). As aeronaves começarão a ser entregues no final deste ano e o acordo inclui um suporte pós-venda de cinco anos.
                            Com essa compra, a frota de C-295 em serviço na Força Aérea Brasileira sobe para 15 exemplares em serviço em três esquadrões (1º/9º GAV "Esquadrão Arara", em Manaus; 1º/15º GAV "Esquadrão Onça", em Campo Grande e 2º/10º GAV "Esquadrão Pelicano", em Campo Grande).
                            As aeronaves, que serão entregues ao 2º/10º GAV, unidade aérea responsável pela realização de missões SAR, são equipadas com janelas laterais de observação e poltronas especiais para que observadores façam a busca de aeronaves desaparecidas na terra e no mar, bem como navios a deriva e pequenas embarcações.
                            Ao todo mais de 140 C-295 foram entregues para 19 nações
                            fonte:C&R Editorial - Livros de Aviação e História Militar.

                            Comentario


                            • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                              Brasil obtiene tres C-295 para cumplir las misiones de búsqueda y salvamento
                              Divulgación-07/28/2014

                              El Brasil ha firmado con la adquisición de tres nuevos Airbus C-295 configurado para misiones de búsqueda y salvamento (SAR) Airbus Defensa y Espacio. El avión será entregado a finales de este año y el acuerdo incluye un soporte post-venta durante cinco años.
                              Con esta compra, la flota de C-295 en servicio con la Fuerza Aérea de Brasil se eleva a 15 el servicio ejemplar en tres escuadrones (1/9 º GAV "Escuadrón Arara" en Manaos, 1 º / 15 º GAV "Escuadrón de Oz" en Campo Grande y 2 º / 10 º GAV "Pelican Squadron" en Campo Grande).
                              El avión será entregado a 2 º / 10 º GAV, unidad de aire responsable de la realización de misiones de búsqueda y salvamento están equipados con la observación lateral y sillones ventanas especiales para que los observadores hacen la búsqueda de desaparecidos en tierra y aviones de mar y los barcos deriva y pequeñas embarcaciones.
                              En total más de 140 C-295 fueron entregados a 19 naciones
                              Fuente: C & R Editorial - Libros de Aviación y de Historia Militar.
                              C&R Editorial - Livros de Aviação e História Militar.
                              Editado por última vez por edelcio; https://www.aviacionargentina.net/foros/member/3841-edelcio en 29/07/14, 16:34:35. Razón: http://www.creditorial.com.br/Portal/noticias/DetalharNoticias.aspx?id=3549

                              Comentario


                              • Re: Fuerza Aérea de Brasil

                                Haga clic en la imagen para ver una versión más grande

Nombre:	21460_resize_800_600_false_true_null.jpg
Visitas:	2
Size:	85,7 KB
ID:	594607

                                Comentario

                                Trabajando...
                                X